domingo, 9 de julho de 2017

Serra Talhada PE - Homem diz que foi chamado de corno tentando justificar morte da mulher

O suspeito relatou que tinha bebido e ao encontrar a esposa ela teria lhe chamado de “corno”

A Polícia Civil de Serra Talhada - PE deu mais detalhes do segundo caso de feminicídio de 2017, ocorrido no último domingo (02), no Sítio Serra Vermelha, nas imediações do distrito Logradouro.

De acordo com o delegado Washington Monteiro, em conversa com o FAROL, antes do crime, Josivaldo Mendes, de 22 anos, discutiu com a esposa Joyce Maria, também 22, e ela teria lhe xingado e o chamado de corno.

“Durante o depoimento Josivaldo relatou que realmente tinha bebido e que ao encontrar a esposa ela teria o chamado de “corno”, foi à versão dele. Em seguida, ele pegou a criança mais velha e levou até a casa de um tio. Mas deixou o bebê recém-nascido em casa com a vítima”, confirmou o delegado.

O primeiro feminicídio aconteceu no dia 5 de maio, quando uma mulher de 26 anos foi assassinada a tiros no Centro da cidade. Joyce Maria foi a 19ª serra-talhadense morta este ano. Os casos anteriores foram os suspeitos de tráfico mortos pela PM no estrito cumprimento do dever. 

▶Fonte: NILSON MACEDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário