sexta-feira, 7 de julho de 2017

Polícia investiga esquema de clonagem e revenda de veículos entre PE e PB


Três pessoas foram detidas em um suposto esquema interestadual de clonagem e revenda de veículos roubados, investigado pela Polícia Civil da Paraíba. O flagrante aconteceu na tarde desta quinta-feira (06), quando um carro roubado em Pernambuco passava por vistoria de transferência no Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB) em Campina Grande, depois de ser vendido.

De acordo com o delegado de Roubos e Furtos Cristiano Santana, o carro apreendido foi roubado na cidade de Paulista e depois foi levado para Caruaru - ambas em Pernambuco - onde foi clonado e depois encaminhado para ser vendido na Paraíba. No momento da apreensão, uma mulher estava sendo vítima do golpe e iria comprar o carro sem saber que era roubado e clonado.

“Essa vítima saiu de Caicó, no Rio Grande do Norte, para comprar o carro em Campina Grande. A gente já estava suspeitando da concessionária e acompanhou o processo. Durante a vistoria no Detran, foi confirmado que o carro era clonado e o veículo foi apreendido. A vítima já havia pago R$ 29 mil pelo carro e entregaria o resto do dinheiro depois da transferência”, explicou o delegado.
O dono da concessionária onde o carro estava sendo comprado em Campina Grade, um homem de 42 anos, foi autuado em flagrante. Na delegacia, segundo a Polícia Civil, ele disse que teria comprado o carro de outra concessionária da cidade de Lagoa Seca.

O dono da concessionária em Lagoa Seca, um homem de 39 anos, foi ouvido na delegacia e contou que havia recebido o carro clonado de outra pessoa em Caruaru, onde teria ocorrido o processo de adulteração do veículo.

Ainda de acordo com o delegado Cristiano Santana, o suspeito que está na cidade de Caruaru já foi identificado, está detido e deve ser ouvido ainda nesta quinta-feira (06).
Cristiano Santana destacou que, desde janeiro a Polícia Civil da Paraíba está investigando um esquema de repasses de veículos roubados e clonados que saem de Caruaru para revenda em Campina Grande.

“Já vínhamos investigando essa ação e as buscas vão continuar. Infelizmente tem sido uma prática comum de carro clonados em Pernambuco estarem sendo vendidos em Campina Grande. A senhora que mora em Caicó ficou atraída pelo preço, mas não imaginava que estava comprando um carro roubado e clonado”, disse ele.

Outro detalhe que chamou a atenção da Polícia Civil é que o carro que foi clonado também é de Campina Grande. “O carro roubado e adulterado estava sendo vendido em Campina Grande e o carro verdadeiro de mesmo ano, cor e modelo também é Campina Grande. O carro com a placa verdadeira foi encontrado no bairro da Palmeira”, disse o delegado. (Via: G1 PB).

Nenhum comentário:

Postar um comentário