quinta-feira, 1 de junho de 2017

Petrolina PE - União de Pastores Evangélicos de Petrolina (UPEPE) emitiu uma nota de repúdio o pastor que cometeu abuso contra fiéis

NOTA

Às 16:45, Desta Quinta, 01/06/2017


Na manhã desta quinta (01), a União de Pastores Evangélicos de Petrolina (UPEPE) emitiu uma nota de repúdio ao pastor Carlos André da Silva, 38 anos, preso acusado de cometer abuso sexual em crianças e adolescentes. Na nota que pode ser visualizada na imagem, a UPEPE chama o acusado de “suposto pastor” e afirma que ele não é membro da instituição de pastores da cidade, além de repudiarem veementemente as atitudes de Carlos André.

CASO

O acusado foi preso na terça-feira (30), dentro da Igreja Monte Moreá,  sediada no Loteamento Recife, em Petrolina, onde é o pastor. No local, ainda foram apreendidos computadores e uma pequena quantidade de maconha dentro do escritório e no quarto do pastor, que residia no próprio templo. Sete vítimas já foram ouvidas na delegacia.

Coronel Notícias Policiais

Nenhum comentário:

Postar um comentário